O núcleo administrativo da FESF-SUS incorporou a modalidade pregão eletrônico para os processos de compras da instituição. Na manhã desta quarta feira (05) a primeira edição do pregão foi ao ar, gerando uma economia de 62% no valor licitado.

A Fundação Estatal Saúde da Família desde sua criação tem realizado apenas pregões presenciais, já que, nas ferramentas existes a operação através da internet gerava um custo muito alto. Na tentativa de atender às exigências da legislação que prevê um processo amplo e democrático para a realização de compras, a FESF-SUS passa a utilizar a plataforma BLL Compras.

“O nosso objetivo é buscar racionalidade dentro da gestão da FESF-SUS, criando regimes próprios, na área de recursos humanos, nos processos licitatórios, visando sempre tornar mais efetivos os nossos processos de trabalho”, reforçou Carlos Alberto Trindade, Diretor Geral FESF-SUS.

A Bolsa de Licitações e Leilões do Brasil (BLL Compras) é uma associação civil sem fins lucrativos que atua no ramo de negociação de bens e serviços via internet. A plataforma disponibiliza aos usuários o melhor e mais moderno sistema de compras (portal eletrônico) do mercado, atendendo todas as exigências da lei federal 10.520/02, com total segurança e transparência. A transação através dessa plataforma não gera custo para a FESF-SUS e sim, para o licitante vencedor do pregão eletrônico.

Através desta tecnologia é possível realizar um processo nacional e mais rápido. Neste primeiro pregão, foi realizado o processo licitatório para atender ao serviço de Telessaúde Brasil Redes Bahia, realizado pela FESF-SUS através do contrato de Programa com a SESAB.